Seguidores

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Livro "A Confissão"


Hoje venho falar-vos de livros. Acabei de ler “A Confissão”, de Jonh Crisham, e não posso deixar de partilhar esta obra magnífica convosco, até porque sei que muitos de vós também compartilham desta minha paixão pelos livros.
Mais um autor que desconhecia e que me conquistou na primeira página e me prendeu até ao final. Devorei, literalmente, aquelas mais de 400 páginas em poucos dias (noites).
Poderá um homem inocente ser condenado quando o verdadeiro culpado decide assumir a responsabilidade, passados nove anos? Pode!!!
Em todo o desenrolar da história, “A Confissão” levou-me a questionar tudo, a justiça e, sobretudo, quanto vale a verdade. Encontrei de tudo neste livro - da hipocrisia do poder, à humildade e coragem de um homem inocente que não foi poupado no corredor da morte, ao inconformismo de todos aqueles que, apesar da verdade ser clara, foram incapazes de impedir a morte de um homem inocente.
A Editora Bertrand deu-me a conhecer Jonh Crisham e Jonh Crisham conquistou-me, pela sua escrita intensa, dramática e tão emotiva. Recomendo vivamente!


Sinopse
Em 1998, numa pequena cidade do Texas, Travis Boyette raptou, violou e estrangulou uma rapariga da sua escola. Enterrou o corpo para que nunca fosse encontrado e, em seguida, assistiu com espanto à prisão e condenação de Donté Drumm, uma estrela local do futebol, cujo destino foi o corredor da morte.
Agora, nove anos depois, Donté está a quatro dias da sua execução e Travis, pela primeira vez na vida, decide fazer o que está certo e confessar.
Mas como pode um homem culpado convencer advogados, juízes e políticos de que estão prestes a executar um homem inocente? 

1 comentário:

  1. Obrigada pela dica.
    Parecer ser empolgante mesmo.
    Linda semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar